Endometriose

ENDOMETRIOSE

É uma doença caracterizada pela presença do endométrio ( tecido que reveste o interior do útero ) fora da cavidade uterina.

Todos os meses, o endométrio fica mais espesso, para que um óvulo fecundado possa se implantar nele. Quando não há gravidez, no final do ciclo, ele descama e é expelido na menstruação. Em alguns casos, um pouco desse sangue migra no sentido oposto e cai nos ovários ou na cavidade abdominal, causando a lesão endometriótica. Ele pode migrar para trompas, ovários, intestino e bexiga.

Algumas pacientes não apresentam sintomas, mas o fenômeno pode causar dor intensa no período menstrual, como cólicas que chegam a se tornar incapacitantes, além de dor durante as relações sexuais, dificuldade de engravidar e infertilidade.

PRINCIPAIS SINTOMAS :

  • Dor pélvica ou durante a relação sexual
  • Menstruações abundantes ou ciclos irregulares
  • Fadiga
  • Problemas urinários
  • Infecções frequentes
  • Tontura
  • Dor na região lombar
  • Problemas intestinais (intestino solto, perda de água, diarreia com vestígio de sangue)
  • Dificuldade para engravidar e infertilidade

 DIAGNÓSTICO

 O diagnóstico definitivo da endometriose é dado após confirmação da biópsia realizada pela laparoscopia. O objetivo do tratamento é impedir a progressão da doença e aliviar os sintomas. Por ser uma doença imunológica, portanto recorrente, a terapêutica deve ser vista pelo médico e proposta à paciente como um controle de seus sintomas e não como cura.

De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, entre 10% a 15% de mulheres em idade reprodutiva (13 a 45 anos) podem desenvolvê-la. Não se sabe exatamente a causa da endometriose, mas sabe-se que há um risco maior de desenvolver se a mãe ou irmã sofrem deste problema. A doença afeta hoje cerca de seis milhões de brasileiras.  

TRATAMENTOS

O tratamento da endometriose depende de vários fatores: idade, sintomatologia dolorosa, extensão do processo, de sua localização, de tratamentos anteriores e do desejo de engravidar. Quando pensamos em tratar a endometriose devemos definir claramente com a paciente quais os sintomas da doença que queremos tratar e assim planejar a melhor abordagem terapêutica. A escolha dos tratamentos passa por opções cirúrgicas, medicamentosa especifica ou com medicamentos que bloqueiem o fluxo menstrual. A decisão é complexa e deve ser tomada individualmente pelo médico para cada paciente.