Câncer de Mama

O auto exame nas mamas deve ser  hábito entre as mulheres.

O câncer de mama é a neoplasia maligna mais comum do sexo feminino nos países desenvolvidos e em diversas regiões do Brasil. A incidência vai aumentando com a idade, predominando a partir da quinta década. No Brasil, a maior incidência é encontrada nos estados da região Sul e Sudeste.

Geralmente, se apresenta como um nódulo na mama (irregular, indolor, aderido à pele) ou nódulos nas axilas. Calcula-se de seis a oito anos o período necessário para que um nódulo atinja um centímetro de diâmetro. Esta lenta evolução possibilita a descoberta ainda cedo destas lesões, se as mamas forem, periodicamente, examinadas. Algumas pacientes podem apresentar  retração de pele ou mamilo, fluxo mamilar, eczema do mamilo, inflamação ou ulceração localizada.

Evitar o tabagismo, alcoolismo e a obesidade podem ajudar na prevenção do câncer de mama, porém a historia familiar é um dos fatores mais importantes para ser levado em conta. Além disso, os exames de imagem de revisão (mamografia e ecografia) podem ajudar a descobrir a doença em estágios precoces e garantir um tratamento mais efetivo. O diagnóstico definitivo é feito por exames de biopsia dos nódulos suspeitos.

A opção terapêutica é realizada conforme o estágio e varia de cirurgias radicais ou conservadoras (que retiram apenas algumas porções da mama) associada com radioterapia e/ ou quimioterapia.  Para o controle da doença à longo prazo  podem ser utilizados tratamentos hormonais.